A equipe feminina do Chile na CONMEBOL Copa América 2018
18-04-2022

A seleção do Chile fez uma grande campanha na CONMEBOL Copa América Feminina 2018. Depois de ter chegado só três vezes na fase final da competição, “La Roja” conseguiu ficar entre as 4 melhores equipes mais uma vez e ficou em segundo lugar no torneio.

Sem dúvida alguma, a equipe melhorou seu jogo pouco a pouco e, embora a equipe não tenha brilhado, teve seus pontos altos graças a algumas jogadoras que fizeram a diferença.

Começando de trás para frente, a goleira Christiane Endler foi uma das peças chaves para o sucesso da equipe no torneio. A natural de Santiago de Chile se tornou uma grande jogadora no gol e foi essencial para conseguir finalizar 4 dos 7 encontros sem derrotas. Ela também mostrou ter confiança, cada vez que participou numa jogada.

Outro ponto alto da defesa foi Carla Guerrero, atual zagueira da “Universidad de Chile”, e junto com Camila Sáez, não só ocupa atualmente um lugar indiscutível, mas também conseguiu demonstrar que a seleção tem uma volante de muita hierarquia nas fileiras do seu time.

Francisca Lara, a porta-estandarte da luta e do jogo, teve uma grande performance na CONMEBOL Copa América: encarou o Brasil, a Colômbia e a Argentina de uma maneira inesquecível, com muita coragem e jogo bonito.

Yanara Aedo, certamente, trouxe qualidade para a equipe. Além disso, a atleta marcou três gols e foi uma das grandes jogadoras da equipe que pode chegar longe.

“La Roja” não somente conquistou o segundo lugar na CONMEBOL Copa América, mas também garantiu sua passagem para a Copa do Mundo 2019, na França e para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.