Argentina fica com última vaga direta ao Mundial
30-07-2022

Compartilhar:

  • Em uma partida de alta intensidade, a Albiceleste conquistou a última vaga direta para a Copa do Mundo Feminina da FIFA.
  • Com seus dois gols, Yamila Rodriguez subiu na tabela de artilheiras com seis gols.

Um jogo vibrante. Duas equipes contundentes que colocaram o futebol sul-americano no topo. Ambas  merecem ser aplaudidas porque, além do resultado, fecharam um torneio de  altíssimo nível. A partida em que o terceiro lugar estava em jogo foi muito mais do que isso. E o grande prêmio foi para a Argentina: a vitória por 3-1 garantiu a última vaga direta para o Mundial Feminino da FIFA – Austrália e Nova Zelândia 2023. Ambas também irão aos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023.

Foi um vôo de 90 minutos. Porque, no início, havia chances para ambas as equipes. Alicia Bobadilla e Vanina Correa tiveram uma grande participação na primeira etapa. Embora a Argentina começou melhor, com o passar dos minutos o Paraguai as empurrou para sua própria área até chegar o gol albirrojo: Romina Núñez terminou empurrando contra sua própria rede.

Após o intervalo, a equipe de Germán Portanova parecia recuperar a confiança, apesar do tiro de Jessica Martínez que pegou na trave. Foram 13 minutos da Argentina que conseguiu dar a virada. Primeiro com uma grande jogada de Yamila Rodriguez, que definiu por baixo; depois, após uma mão cobrada na margem da área, veio um chute soberbo de Florencia Bonsegundo, aos 90 minutos. E aos 91′, para confirmar o resultado, outra grande jogada da atacante argentina a levou ao topo da tabela de artilheiras com seis gols, um à frente da brasileira Adriana, que ainda tem chance de aumentar.

Para o Paraguai foi um golpe e tanto, já que esperava participar do Mundial e ainda poder incrementar sua melhor atuação na CONMEBOL Copa América Feminina, já que tinha terminado em quarto lugar em 2006. Contudo, terá a oportunidade de lutar para chegar à Copa do Mundo pela primeira vez quando jogar na repescagem na Nova Zelândia em fevereiro, com dez outras equipes, incluindo o Chile, pelas três últimas vagas.

Argentina se classificou para sua segunda Copa do Mundo consecutiva (esteve na França 2018), sendo também sua quarta participação mundialista (esteve ademais em 2003 e 2007). Elas voltarão aos Jogos Pan-Americanos, onde conquistaram a medalha de prata em 2019, seu melhor desempenho até o momento.

Resta mais um jogo. Uma grande final. Duas equipes que se despediram da Colômbia de cabeça erguida e mostraram um grande futebol.

-Estatísticas-

  • Argentina continua invicta contra o Paraguai na CONMEBOL Copa América Feminina, após cinco encontros. Esta foi a quarta vitória da Albiceleste sobre a Albirroja.
  • O triunfo vitória da Argentina sobre o Paraguai garantiu a classificação para o próximo Mundial Feminino.
  • Albiceleste repetiu seu resultado final da CONMEBOL Copa América Feminina de 2018 (terceiro lugar).
  • Apesar da derrota, o Paraguai marcou hoje seu primeiro gol sobre a Argentina na CONMEBOL Copa América Feminina, depois de cinco partidas disputadas. Foi através do gol contra de Romina Núñez.
  • Yamila Rodríguez chegou a seis gols e continua sendo a artilheira do torneio. Também se junta a Florencia Bonsegundo (um gol hoje) como máximas artilheiras argentinas nas duas últimas edições do torneio (ambas com 6).
  • Yamila Rodríguez (Argentina) é a única jogadora da CONMEBOL Copa América Feminina 2022 a marcar dois gols e um hat-trick em dois jogos diferentes.
  • Dulce Quintana (Paraguai) registrou 14 recuperações de bola ante a Argentina. É o maior registro da CONMEBOL Copa América Feminina 2022 para uma jogadora de campo, junto com a uruguaia Pamela González ante o Peru.

OPTA

Compartilhar: