Uruguai inicia sua busca pelo 16º troféu da Copa América contra o Equador

uruguayvsecuador-777px

A equipe mais vencedor da Copa América da CONMEBOL, Uruguai, vai estrear neste domingo (as 22 horas, Brasilia) contra o Equador, na edição número 46 do torneio, com a ideia de dar o primeiro passo para ganhar seu décimo sexto troféu.

Quinze vezes campeão, vencedor nas edições de 1915, 1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1983, 1987, 1995 e 2011, não há seleção mais bem sucedida do que a uruguaia na centenária história da copa continental. Embora a Argentina acompanhe- os de perto com quatorze títulos.

A insaciável fome de gol de Luis Suárez e Edinson Cavani é um dos principais pontos fortes do equipe de Oscar Washington Tabárez no eu respeita ao jogo de abertura pelo Grupo C, jogo que acontecerá no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. Essa chave se completa com Chile e o Japão, isso será medido na próxima segunda-feira.

Alem disso, Fernando Muslera oferece segurança no pórtico, José María Giménez e o capitão Diego Godín são uns dos pares de torneio Central mais fortes e peças jovens como o Rodrigo Betancur lideram uma nova geração de meio-campistas celestes.

“Chegamos com muitas ganas e com muita ilusão assumindo a responsabilidades (…), a gente sabe as dificuldades que tem esta Copa América, pero sabemos joga-la e sabemos quanto importante ela é para nosso povo uruguaio”, disse na sexta-feira em uma conferência de imprensa.

O atacante do Barcelona estava em dúvida no caminho para o Brasil-2019, depois de passar por uma cirurgia em maio por uma lesão no joelho direito, mas o atacante se sente pronto. “Eu quero jogar o jogo todo”, disse o artilheiro da equipe Celeste, com 56 goles em sua carreira.

Ele reapareceu com um gol de falta aos 27 minutos de jogo no último amistoso da equipe, uma vitória por 3 a 0 contra o Panamá.

Reestruturação

O Equador espera avançar na reconstrução iniciada sob o comando de Hernán Darío “Bolillo” Gómez, com vistas à qualificação sul-americana da Copa do Mundo do Catar-2022, que começa no ano que vem. Uruguai será o primeiro teste.

Nas filas tricolores, o atacante Enner Valencia é a principal esperança com o apoio de Antonio Valencia e Ayrton Precious nas laterais.

Gómez aguarda a recuperação de um dos seus principais jogadores no meio-campo: Jefferson Orejuela. Derrotado no último amistoso antes da Copa América Brasil 2019, uma derrota por 3-2 do Equador contra o México, Orejuela deu sinais positivos nas últimas sessões de treinos, trabalhando ao lado de seus companheiros de equipe.

Formações prováveis

Uruguai: Fernando Muslera; Martín Cáceres, José María Giménez, Diego Godín, Diego Laxalt; Nahitán Nández, Matías Vecino, Rodrigo Bentancur, Nicolás Lodeiro; Edinson Cavani y Luis Suárez.
Coach: Óscar Washington Tabárez.

Equador: Alexander Domínguez; José Quintero, Robert Arboleda, Gabriel Achillier, Beder Caicedo; Jefferson Intriago o Sebastián Méndez, Carlos Gruezo; Antonio Valencia, Ángel Mena, Ayrton Preciado; y Enner Valencia.
Coach: Hernán Darío ‘Bolillo’ Gómez.

Árbitro: Anderson Daronco (Bra.)
Bandeirinhas: Marcelo Van Gasse y Kleber Lucio Gil (Bra,).

Estádio: Mineirão de Belo Horizonte, com capacidade para 62.000 espectadores.

Hora: 19:00 local (22:00 GMT)

*AFP

Entradas
Equipos
Ciudades
Calendario