Chile vence e se classifica; Equador fica por um fio

diseno-sin-titulo-17

Com gols de Fuenzalida e Sanchez, o time sul-americano alcançou seis pontos e avançou para as quartas de final da CONMEBOL Copa América Brasil 2019.

A seleção chilena se classificou para as quartas de final da CONMEBOL Copa América 2019 na sexta-feira, 21 de junho, após derrotar o Equador por 2-1 no estádio Arena Fonte Nova, em Salvador, na segunda rodada do Grupo C.

Com o resultado, a Roja, atual bicampeã do torneio, alcançou 6 pontos e enfrentará com a tranqüilidade da classificação ao sempre difícil Uruguai no último dia da fase de grupos.

Primeiro foi José Pedro Fuenzalida quem abriu o placar para os chilenos, depois de resgatar um rebote na área e cruzar para derrotar o goleiro Alexander Dominguez.

O jogo tornou-se intenso e com muitas interrupções devido ao forte jogo de ambos os times. E nesse jogo parecia mais confortável o Equador que chegou ao empate da partida, depois de um jogo rápido em que o goleiro chileno Gabriel Arias cometeu falta na área. Enner Valencia converteu esse pênalti no 1-1 momentâneo.

Mais um golpe do Chile

Assim que o segundo tempo começou, o Chile estava confiante com jogadores como Alexis Sánchez, Arturo Vidal e Mauricio Isla. A equipe de Reinaldo Rueda começou a dominar a partida e rapidamente, aos seis minutos do segundo tempo, após um cobrança de escanteio, o “Garoto Maravilha” Alexis Sánchez foi deixado sozinho e com um tiro cruzado ele derrotou Dominguez novamente.

O Equador não poderia voltar a perturbar a defesa chilena, apesar da renda de jogadores como Antonio Valencia, Carlos Gárces e Ayrton Preciado, que junto com seus companheiros de equipe tentaram até o último minuto. E, graças ao jogo forte durante o jogo, Gabriel Achilier velho cartão vermelho após uma falta em Arturo Vidal.

Agora com seis pontos e uma classificação, o Chile enfrentará com mais tranquilidade o último dia, no qual contra o Uruguai será definido o líder do Grupo C. Por sua vez, o Equador, último do Grupo, enfrentará um Japão animado após o empate em 2 a 2 com o Uruguai na rodada.

Estatísticas

  • Equador é o adversário que o Chile derrotou mais vezes na CONMEBOL Copa América, com 13 vitórias em 15 partidas; não conseguiu vencê-los sozinho em 1957 (2-2) e 1997 (1-2).
  • Chile tem um recorde invicto de sete jogos na CONMEBOL Copa América (6V 1E); é sua maior participação na competição desde 1945 (5V 2E).
  • Equador tem 13 jogos sem vitórias na CONMEBOL Copa América contra equipes sul-americanas (3E 10D); sua última vitória foi de 4-0 sobre a Venezuela em 2001.
  • No primeiro tempo entre Equador e Chile, houve 26 faltas, a maior parte em um primeiro semestre das últimas três edições da CONMEBOL Copa América.
  • Dois dos três cartões vermelhos nas duas primeiras etapas da CONMEBOL Copa América 2019 foram para jogadores do Equador (José Quintero vs Uruguai e Gabriel Achilier vs Chile) – o outro foi Luis Del Pino Mago, da Venezuela, contra o Peru.
  • Contra o Equador, Alexis Sánchez jogou seu jogo número 126 contra o Chile e se tornou ojogador sul-americano número 10 com mais jogos da história com sua equipe, vencendo o brasileiro Roberto Carlos e o uruguaio Maximiliano Pereira (125 cada). Ele também é o 10º artilheiro da América do Sul em todos os tempos (43 gols).
  • José Pedro Fuenzalida marcou seu terceiro gol na CONMEBOL Copa América, em seu oitavo jogo na competição; em seus 43 jogos restantes com o Chile, marcou apenas dois gols.
  • Enner Valencia marcou seu gol número 29 em seu jogo número com o Equador; o atacante participou de sete dos últimos 12 gols da Tri na Copa América (5 gols, 2 assistências).
  • Charles Aránguiz assistiu ao segundo gol do Chile contra o Equador (Alexis Sánchez) e se tornou o principal ajudante da CONMEBOL Copa América 2019, o meio-campista deu três passes de gol.



Entradas
Equipos
Ciudades
Calendario