O jogo entre Equador e Japão também foi disputado nas tribunas

46

No Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, os torcedores do Equador e do Japão fizeram um duelo em que o futebol e o espetáculo ganharam.

Foi pouco mais de meia hora antes do início do jogo entre Equador e Japão, uma das duas últimas partidas da fase de grupos da CONMEBOL Copa América Brasil 2019, em que ambas as equipes buscavam a vitória para avançar às quartas de final do torneio.

Aproximadamente às 19:30h, de Brasília, a festa já estava preparada nas bancas que estavam vestidas de azul ao lado dos fãs japoneses e misturadas com o amarelo, azul e vermelho dos fãs do Tricolor.

Em voz alta, os fãs asiáticos, crianças muitos deles, levantaram suas vozes em uma única música: Japão, Japão, Japão, Japão” gritavam incessantemente.

No entanto, a resposta dos seus rivais, neste jogo em particular, soou tão forte quanto a deles: ‘Equador, Equador’, junto com o já famoso ‘Si se puede’, que desde 2002 acompanha a seleção do altiplano.

Durante o jogo, o encontro também foi empatado

No esforço para conseguir a vitória, os torcedores não pararam de apoiar seu time durante os 90 minutos da partida. O duelo entre sul-americanos e asiáticos tornou-se intenso e, às vezes, até dramático, cheio de suspense. Alguns gritavam alto, outros respondiam da mesma forma. Atalhos, jogadas luxuosas e chutes foram euforicamente comemorados.

No final, tanto a partida em campo como nas arquibancadas terminou em empate, em um jogo em que os torcedores participaram e venceram o futebol e o espetáculo.

Gratidão japonesa

Como de costume, os torcedores japoneses mostraram seu apreço no final da partida e recolheram o lixo deixado nas bancas do Mineirão.

Eles recolheram o lixo em sacos plásticos e ajudaram a equipe de limpeza do estádio. Uma forma de gratidão que também havia sido demonstrada pela seleção em Porto Alegre e São Paulo e que eles repetiram nesta segunda-feira em Belo Horizonte.

Entradas
Equipos
Ciudades
Calendario