Um por um, a equipe ideal da CONMEBOL Copa América 2021 eleita pelo GET

nota-canchita-get

O Grupo de Estudo Técnico (GET) da CONMEBOL divulgou a equipe ideal da CONMEBOL Copa América 2021, finalizada no sábado passado, com o título de Argentina sobre o Brasil.

O 11 ideal tem 4 jogadores argentinos, 3 brasileiros, 1 colombiano, 1 peruano, 1 equatoriano e 1 chileno.

São eles: Emiliano Martínez; Mauricio Isla, Cristian Romero, Marquinhos, Pervis Estupiñán; Casemiro, Rodrigo De Paul, Yoshimar Yotún; Luis Díaz, Lionel Messi e Neymar.

Os números falam por si só na hora de justificar essa lista:

Emiliano Martínez (Argentina): 2 gols sofridos em 6 partidas, 4 jogos sem sofrer gols (líder no torneio) e defendeu 85.7% dos chutes sofridos.

Mauricio Isla (Chile): 27 passes no campo rival por partida (terceiro entre os defensores) e 15,2 passes no último terço do campo por encontro (segundo entre os defensores).

Cristian Romero (Argentina): 4,7 roubos de bola por jogo (segundo entre os argentinos com mais de um jogo e 0 goles sofridos pela Argentina enquanto esteve em campo).

Marquinhos (Brasil): 2,8 duelos aéreos por partida (máximo do Brasil) e 344 passes completados (o melhor entre os defensores).

Pervis Estupiñán (Equador): 9,6 cruzamentos por jogo (líder na CONMEBOL Copa América) e 2,4 chances criadas por partida (máximo entre defensores).

Casemiro (Brasil): 36 duelos aéreos (máximo na CONMEBOL Copa América) com 63,9% ganhos e 8,3 roubos de bola por jogo (terceiro na competição).

Rodrigo De Paul (Argentina): 32 roubos de bola (líder na Argentina), 6 chances criadas (segundo atrás das 21 de Lionel Messi na Argentina) e a assistência para Ángel Di María no gol da final.

Yoshimar Yotún (Peru): 63 roubos de bola (máximo na competição) e 420 passes completados (líder na CONMEBOL Copa América)

Luis Díaz (Colômbia): 4 gols (artilheiro com Lionel Messi), 5 chances criadas, 10 chutes (40% de efetividade: o melhor do torneio entre jogadores com mais de 3 gols).

Lionel Messi (Argentina): 4 gols, 5 assistências, 28 finalizações das quais 11 foram no gol (líder em todos os indicadores)

Neymar (Brasil): 3,5 chances criadas por jogo (líder entre jogadores com mais de uma partida), 21,6 passes até o último terço do campo (melhor entre jogadores com mais de uma partida).

O Grupo de Estudo Técnico (GET) da CONMEBOL é formado pela Direção de Desenvolvimento da CONMEBOL e por reconhecidos treinadores com trajetória histórica no futebol sul-americano.

Nesta oportunidade, formaram o seleto grupo os colombianos Francisco Maturana e Carlos Restrepo, os uruguaios Daniel Bañales e Gerardo Pelusso, os argentinos Sergio Batista e Nery Pumpido e o brasileiro Oswaldo De Oliveira Filho.