As quatro equipes que têm tudo para ganhar na Copa: Capítulo Venezuela

12

Foi na edição de 1967 do Campeonato Sul-Americano de Futebol que os torcedores puderam desfrutar da participação da equipe venezuelana. Após 51 longos anos de espera.

Com a Venezuela em 1967, todos os países da América do Sul participaram do Sul-Americano. No entanto, nesta edição, o Brasil e o Peru estavam ausentes, apesar dos seus fenomenais estados futebolísticos.

A estreia da Venezuela foi difícil. Quatro derrotas e uma vitória sobre a Bolívia. 7 gols a favor e 16 contra, foram o saldo da equipe liderada pelo técnico Rafael Franco que terminou em quinto lugar no campeonato.

Após essa primeira participação, a Venezuela não deixou de participar do Sul-Americano, mas entre as edições de 1975 até 2004, ‘La Vinotinto’ não conseguiu passar da primeira fase.

Até 2007, quando a Venezuela estreou como anfitrião do torneio, que se disputou em 9 estádios nos quais os torcedores puderam desfrutar de 86 gols.

Os torcedores venezuelanos voltaram a desfrutar de uma vitória de sua equipe, após 40 anos. Esse triunfo contra a Bolívia em 1967 foi esquecido com a vitória por 2 a 0 sobre o Peru na segunda partida do campeonato. Já nas quartas de final, o múltiplo campeão Uruguai goleou a equipe de Richard Páez por 1 a 4. Por fim o Brasil foi campeão vencendo a Argentina do estreante Lionel Messi.

Na CONMEBOL Copa América 2011, na Argentina, a seleção venezuelana teve uma excelente apresentação. Terminou em segundo no Grupo B, depois do Brasil, e se classificou para as quartas de final.

Venceu o Chile por 2 a 1 e nas semifinais enfrentou o Paraguai. Um 0-0 no tempo regulamentar definiu a classificação em pênaltis. 5 a 3 venceu os guaranis. Na luta pelo terceiro lugar, esse bom time venezuelano perdeu por 4 a 1 contra o Peru.

Uma nova eliminação na fase de grupos no Chile 2015 e nas quartas de final da CONMEBOL Copa América Centenária dos Estados Unidos, são os registros da Venezuela antes da disputa de um novo torneio continental

na CONMEBOL Copa América Brasil 2019, onde estreará pelo Grupo A contra a equipe peruana em 15 de junho em Porto Alegre.

Animados após os amistosos de março da FIFA

Desta forma, a Venezuela chega, com a ilusão de fazer um grande papel no torneio no Brasil, em busca do seu primeiro título do torneio continental.

Com nada a perder e com tudo para vencer no Brasil, a equipe comandada pelo ex-goleiro Rafael Dudamel, está com a moral alta depois de derrotar a Argentina de Lionel Messi por 3 a 1, no último amistoso FIFA em Madrid

(Espanha). Isso deu uma grande injeção de ânimo para enfrentar uma competição difícil como a CONMEBOL Copa América Brasil 2019, onde esperam ter um desempenho melhor do que os anteriores.

Dados da Venezuela na CONMEBOL Copa América

Participações: 17

Jogos disputados: 62

Jogos vencidos: 7

Partidas empatadas: 13

Jogos perdidos: 42

Gols a favor: 47

Gols contra: 171

Entradas
Equipos
Ciudades
Calendario