Argentina derrota Colômbia nos pênaltis e decide título com o Brasil

fbl-2021-copa-america-arg-col-2

A Argentina venceu a Colômbia em uma emocionante decisão por pênaltis e se classificou para enfrentar o Brasil na grande decisão da CONMEBOL Copa América 2021. No tempo normal, as equipes empataram por 1 a 1, gols de Lautaro Martínez para os argentinos e Luis Díaz para os colombianos.

Nas penalidades, os ‘cafeteros’ desperdiçaram três das cinco cobranças que bateram, impedidos pelo heroico goleiro Emiliano Martínez (Sanchez, Mina e Cardona erraram e apenas Cuadrado e Borja marcaram), dando adeus ao sonho do segundo título sul-americano. A Argentina só errou com De Paul (Messi, Paredes e Lautaro marcaram).

No próximo sábado, às 21h (horário local), no Maracanã, argentinos e brasileiros decidirão quem será o grande campeão do continente. Colômbia e Peru disputam o terceiro lugar na sexta-feira.

O jogo

Foi um começo frenético para a equipe de Lionel Scaloni, que a 3 minutos de partida já teve uma situação muito clara em uma jogada sensacional de Lionel Messi, que cruzou uma bola na cabeça de Lautaro Martínez. A bola passou beijando a trave de David Ospina.

Aos 6 minutos, Messi voltou a aparecer para brigar pela bola com Yerry Mina e voltar a achar Martínez, que desta vez bateu de direita para abrir o marcador.

O gol pareceu despertar a Colômbia, que até o momento estava indefesa. Cuadrado arriscou chute na entrada da área e exigiu boa defesa do goleiro Martínez.

A Argentina, como nos jogos anteriores, ‘cedeu’ a bola ao rival e aguardou. Aos 36 minutos, os colombianos acertaram a trave em dois lances consecutivos. Com chute à distância de Wilmar Barrios e com cabeçada de Mina.

Para o segundo tempo, o técnico Reinaldo Rueda fez três substituições e colocou no ataque Edwin Cardona e Yimmi Chará. Em seguida, entrou Miguel Borja.

As mudanças surtiram efeito. A Colômbia equilibrou a partida e logo conquistou o merecido empate. Depois de arrancada em que superou Germán Pezzella, Luis Díaz definiu com categoria na saída de Martínez.

Após o empate, os colombianos diminuíram o ritmo e a Argentina teve uma chance perdida de forma inacreditável antes de o jogo ir para os pênaltis, quando Di María aproveitou falha da defesa rival e serviu Lautaro Martínez, sem goleiro. Mas o atacante concluiu fraco e permitiu que Barrios salvasse.

Números del partido

 Argentina e Colômbia definiram três confrontos da CONMEBOL Copa América nos pênaltis: em todas ganhou a Argentina, incluindo a semifinal da edição 1993, quando a ‘Albiceleste’ foi campeã.
 Com Lionel Scaloni como treinador, a Argentina enfrentou quatro vezes a Colômbia (um amistoso, um jogo pelas Eliminatórias da Copa e dois pela CONMEBOL Copa América) e nunca conseguiu vencer nos 90 minutos (3E 1D).
 A Argentina ganhou apenas dois dos últimos dez jogos com a Colômbia em terreno neutro (5E 3D).
 Foi a partida com mais faltas da atual CONMEBOL Copa América: 47 no total, 20 da Argentina e 27 de Colômbia. Até aqui, o recorde de faltas era da partida da fase de grupos entre Colômbia e Equador (35).
 Foi o jogo com mais cartões amarelo desta CONMEBOL Copa América: 10, quatro para a Argentina e seis para a Colômbia.
 Fora a partida com a Bolívia, nesta CONMEBOL Copa América a Argentina teve média de 58% de posse de bola quando o jogo está empatado e 40% quando está em vantagem.
 Juan Cuadrado jogou sua partida número 100 pela seleção da Colômbia: nove em Copas do Mundo, 20 pela CONMEBOL Copa América, 32 em Eliminatórias para a Copa e 39 em amistosos internacionais. Além disso, marcou oito gols. Sua estreia aconteceu em 3 de setembro de 2010, contra a Venezuela, em amistoso.
 Luis Díaz fez o gol do empate e fechou a CONMEBOL Copa América 2021 como goleador da seleção colombiana (2). Foi o quarto jogador colombiano com mais finalizações no torneio (6), atrás de Duván Zapata (14), Miguel Borja (10) e Yerry Mina (8).

Datos OPTA