Os 100 fatos históricos da CONMEBOL Copa América, entrega 4

dunga-para-web-1

Conheça, entre outros dados, qual foi o primeiro goleiro que marcou um gol na CONMEBOL Copa América. 

  1. Brasil, quatro vezes campeão: há 30 anos, a ‘Canarinha’ venceu seu quarto título da CONMEBOL Copa América, disputado no Brasil em 1989, quando venceu o Uruguai por 1 a 0 na final no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

  1. Brasil repete o título em casa: Devido ao 75º aniversário da Confederação Brasileira de Futebol, o Brasil recebeu o desafio de sediar a CONMEBOL Copa América. Fazia 40 anos desde que o país havia recebido o torneio pela última vez, o ano em que coincidentemente também alcançou o título.
  1. Recorde de público: A final de 1989 entre o Brasil e o Uruguai teve 170.000 espectadores no estádio do Maracanã. Um recorde absoluto no torneio que dificilmente se repetirá.
  1. Brasil e uma dupla de ouro: O Brasil na edição de 1989 contou com a participação de uma dupla que depois levou a seleção Verde e Amarela a ganhar a Copa do Mundo da FIFA nos Estados Unidos 1994: Bebeto e Romario.
  1. Dunga, histórico: Além disso, na equipe brasileira nesse mesmo ano, Dunga estreou no torneio, depois repetiu o título em 1997 como jogador, e em 2007, como treinador, também venceu o torneio com o “scratch”.
Cortesía ceroacero.es
  1. Higuita, o primeiro goleiro goleador: O colombiano René Higuita foi o primeiro goleiro a marcar um gol na CONMEBOL Copa América. Na edição de 1989 no Brasil em um jogo em que a Colômbia venceu por 4 a 2 a Venezuela.
  1. Carlos Maldonado, estrela da Venezuela: Na CONMEBOL Copa América Brasil 1989, a Venezuela marcou quatro gols. Todos feitos pelo o meio-campista ofensivo Carlos Maldonado, que jogou em equipes do Brasil, Argentina e Colômbia.
  1. Números que fizeram história: Para a CONMEBOL Copa América Chile de 1991, mais de 1.800 jornalistas foram credenciados, entre eles, 800 locais. O torneio foi transmitido em 62 países.
  1. Estreante com gol e uma lesão grave: Aos 18 anos, Flavio Maestrí estreou com a equipe peruana na edição de 1991 do Chile, enfrentando o Chile, Maestrí marcou seu primeiro gol no torneio, mas poucos minutos depois sofreu uma fratura na tíbia e fíbula e teve que sair da CONMEBOL Copa América.
  1. Primeira vitória dos cafeteiros sobre o Brasil: Em 1991, a seleção colombiana derrotou o Brasil pela primeira vez. O resultado foi 2-0. Na fase final, eles se enfrentaram novamente, mas naquela vez a ‘canarinha’ ganhou o mesmo placar.
  1. Formato definido para o torneio: Desde a edição de 1993 do Equador, para a CONMEBOL Copa América adotou seu esquema atual: três grupos de quatro equipes cada. Os dois primeiros de cada grupo se classificam para as quartas de finais, junto aos dois melhores terceiros.
  1. O Monumental de Guayaquil, reaberto em 1993: O grande estádio ‘Monumental’, do Barcelona SC, de Guayaquil, foi reaberto no jogo entre Argentina 1 – Colômbia 1. Sua capacidade chegou a 90.000 espectadores, mas atualmente é de 57.267.

  1. Oscar Ruggeri, recordista da Argentina: O meia argentino conquistou o troféu da CONMEBOL Copa América no Equador pela segunda vez consecutiva, depois que seu time venceu por 2 a 1 para o México na final. Além disso, venceu a Copa do Mundo da FIFA em 1986, a CONMEBOL Libertadores de 1986 e a Copa Intercontinental naquele ano com o River Plate, e foi campeão argentino com o Boca Juniors, River Plate, San Lorenzo e na Espanha com o Real Madrid.
  1. Cinco treinadores europeus em 1993: Na edição do ano 1993 que foi disputada no Equador, Vladimir Popovic dirigiu ao Peru, Bora Milutinovic aos Estados Unidos, Ratomir Dujkovic à Venezuela, Dusan Draskovic ao Equador e Xabier Azkargorta à Bolivia.
  1. Três pontos e três trocas por equipe: Para a edição de 1995 da CONMEBOL Copa América que foi disputada no Uruguai, o torneio começou a entregar três pontos por jogo ganho e a permitir três trocas por equipe em cada partida.
  1. O mais jovem e o mais veterano do torneio: Em 1995, a CONMEBOL Copa América Uruguai contou com o colombiano Fredy León, que acabou sendo o mais jovem da competição com apenas 16 anos, e o mais veterano, o boliviano Carlos Borja, que disputou a copa com 38 anos.
  1. Primeiro título fora de casa: Na Bolívia em 1997, o Brasil conseguiu vencer a CONMEBOL Copa América e isso significou ter conquistado seu primeiro título fora de casa.
  1. Outra vez presente a família Bidoglio: Na seleção da Venezuela que participou da CONEMBOL Copa América Paraguai 1999, jogou Hector Pablo Bidoglio, jogador de futebol nascido na Argentina e bisneto de Ludovico Bidoglio, campeão em 1925 e 1927.
  1. Primeiro torneio do novo milênio: A edição de 2001, a primeira do novo milênio, foi realizada na Colômbia, um país que estreou como anfitrião do campeonato. Na final contra o México, o país do café conquistou seu primeiro título no torneio.

  1. O Brasil deu tchau para invencibilidade: Na Colômbia 2001, o México tirou a invencibilidade do Brasil de 20 jogos depois de vencer por 1 a 0 no primeiro jogo daquele campeonato. Os brasileiros também tiveram 12 vitórias consecutivas.
  1. Honduras, país número 15 em jogar a Copa: Para a Colômbia em 2001, após a desistência do Canadá e da Argentina, a CONMEBOL decidiu convidar Honduras, que se tornou o 15º país a jogar a CONMEBOL Copa América. Eliminaram o Brasil e alcançaram o terceiro lugar no torneio.
  1. Aguinaga, recorde de oito participações: No Peru 2004, o equatoriano Alex Aguinaga alcançou o recorde do uruguaio Angel Romano ao jogar sua oitava CONMEBOL Copa América. Aguinaga disputou 25 jogos em três décadas diferentes, de 1987 a 2004.

  1. Técnicos em duas seleções: Hernán Darío Gómez somou 16 partidas como técnico na CONMEBOL Copa América (10 com a Colômbia e 6 com o Equador). O também colombiano Francisco Maturana, que também dirigiu as duas seleções, dirigiu 20 jogos (17 com a Colômbia e 3 com o Equador).
  1. Estreia como anfitrião: Em 2007, a Venezuela recebeu pela primeira vez a CONMEBOL Copa América. A ‘Vinotinto’ também estreou na segunda fase do torneio.

#VibraOContinente com o torneio CONMEBOL Copa América Brasil 2019, que será disputado de 14 de junho a 7 de julho. Para saber mais dados históricos e estatísticas da CONMEBOL Copa América, acesse www.copaamerica.com.

Entradas
Equipos
Ciudades
Calendario