História

A CONMEBOL Copa América Feminina é o torneio mais importante e prestigioso de seleções da América do Sul. É disputada desde 1991 a cada quatro anos, contudo, a partir de 2022, o torneio será organizado a cada dois anos.

O campeonato começou a ser disputado em Maringá, cidade do estado brasileiro do Paraná, com a participação do Brasil, Chile e Venezuela. Foi o único critério adotado pela CONMEBOL como classificatório para a primeira Copa do Mundo Feminina, realizada no mesmo ano. 

As dez equipes das Associações Membro da CONMEBOL participaram pela primeira vez da terceira edição, em 1998, celebrada na Argentina. Desde a edição de 2010, o torneio passou a chamar oficialmente Copa América Feminina. 

Anteriormente, o campeonato outorgava duas vagas diretas para a Copa do Mundo Feminina (campeão e vice-campeão), mas com o formato atual, a CONMEBOL Copa América Feminina entregará três vagas diretas (1º, 2º e 3º lugares) mais duas para repescagem (4º e 5º lugares).

Além disso, esta edição é classificatória para os Jogos Olímpicos, 1 vaga direta e 1 vaga para repescagem e para os Jogos Pan-americanos (3º, 4º e 5º lugares).

-Fatos e números-

– Brasil é a seleção mais vencedora com 7 títulos e Argentina ganhou um troféu (2006).

– Brasil sediou o certame 2 vezes; Argentina 2 vezes; Peru 1 vez; Equador 2 vezes e Chile 1 vez.

– Chile e Brasil são as seleções que mais participaram das edições (8).

– Brasil é o atual campeão do torneio (campeão – Copa América do Chile 2018).

– Catalina Usme, da Colômbia, é a artilheira da última edição do torneio (9 gols).

Seleções Sul-Americanas em Copas do Mundo

O talento sul-americano não conhece fronteiras e, em linha com o crescimento superlativo do futebol feminino, as equipes da CONMEBOL têm sido grandes protagonistas em Copas do Mundo. 

Em cada participação nos Mundiais, as seleções sul-americanas apresentam espetáculos e resultados memoráveis, deixando grandes nomes em cada edição.

  • Marta (BRA): Artilheira Histórica dos Mundiais com 17 gols (superando inclusive o Mundial Masculino) + 5 Vezes Melhor Jogadora do Mundial (2006,2007,2008,2009 2010) + Bola de Ouro e Chuteira de Ouro – FIFA The Best 2018.
  • Cristiane Endler (CHI): Nomeada entre as melhores goleiras do Mundo, com participação destacada no Mundial da França 2019.
  • Cristiane (BRA): Melhor Gol Oficial do Mundial da França 2019, atualmente com 11 gols em Mundiais FIFA.
  • Jogadoras do Brasil, Argentina e Chile, escolhidas como “Players of the Match” em 6 partidas – Copa do Mundo Feminina da FIFA 2019.

– Dados curiosos –

  • Em termos de espetáculo, na Copa do Mundo de 2019, o duelo Brasil x França das oitavas de final foi o jogo com o maior número de espectadores da história dos mundiais femininos (58.761.000 views).
  • O último jogo da Argentina contra a Escócia, onde a albiceleste perdia por 3-0 e conseguiu uma virada histórica, empatando 3-3, alcançou pico de rating na TV argentina.
  • Após a campanha da seleção argentina na França 2019, o futebol feminino na Argentina tem recebido cada vez mais atenção, e agora conta com uma liga profissional feminina.