As quatro equipes que têm tudo para ganhar na Copa: Capítulo Colômbia

22

 

Nesta segunda edição, conheceremos a história dos “Cafeteiros”, campeões da CONMEBOL Copa América 2001.

Passaram 18 edições do Torneio Sul-Americano de Futebol para a Seleção Colômbia poder estrear. Nesta ocasião, a Copa foi disputada em 1945 e teve como sede o Estádio Nacional, em Santiago, no Chile.

Uma estreia difícil ao perder para o Brasil por 3-0 e por 7-0 para o Uruguai. A Colômbia não conseguiu levantar a cabeça porque caiu novamente, desta vez contra o Chile por 2 a 0 e foi goleada por 9 a 1 pela Argentina. A equipe colombiana conquistou sua primeira vitória no penúltimo jogo do torneio: 3-1 contra o Equador e encerrou sua participação com um empate de 3-3 contra a Bolívia.

Depois de uma participação intermitente no campeonato, entre 1946 e 1967, época em que disputou apenas 4 dos 11 torneios jogados, o time cafeteiro retornou à competição em 1975 para ficar com o sub campeonato, depois de perder contra a excepcional equipe peruana, cheia de bons jogadores como Meléndez, Chumpitaz, Cueto, Velázquez, Teófilo Cubillas, Oblitas, entre outros, no terceiro e último jogo pelo título.

Colômbia apostou para esta edição no artilheiro do torneio com os quatro gols de Ernesto Díaz e o aparecimento da grande estrela, o goleiro Pedro Antonio Zape, que nos primeiros 6 jogos do torneio tomou apenas 2 gols, e na partida final defendeu um pênalti de Teófilo Cubillas.

Entre as edições de 1979 e 1999, a Colômbia teve uma participação regular na CONMEBOL Copa América. Nas três ocasiões ocupou o terceiro lugar, uma vez o quarto, e em algumas outras ocasiões perdeu nas quartas de final. A equipe tricolor foi eliminada três vezes na primeira fase nesse período.

A júbilo do campeão

Seria em 2001, 56 anos após sua estreia no torneio, que a equipe colombiana chegaria ao auge do futebol sul-americano, alcançando o título de campeão em Bogotá, o primeiro e único de sua história.

A Colômbia não só sediou o primeiro torneio do milênio, mas venceu impondo uma marca que só três seleções possuem junto com os cafeteiros, as equipes Argentina (1921) e Uruguai (1917 e 1987) conseguiram o título do torneio. Jogando no seu país, vencendo todos os jogos e sem receber gols. Além disso, Víctor Hugo Aristizábal foi o artilheiro do torneio com 6 gols e Óscar Córdoba foi eleito o melhor goleiro. (Leia aqui: Los 10 récords a superar en la CONMEBOL Copa América Brasil 2019)

Sem dúvida, um fato que dividiu a história do futebol colombiano, nas mãos do treinador Francisco Maturana e com grandes estrelas no campo, como Oscar Córdoba, capitão Iván Ramiro Córdoba, autor do gol do título contra o México, Giovanni Hernández e o mesmo Víctor Hugo Aristizábal, só para mencionar alguns. Em El Campin de Bogotá, um título que começou a tomar forma em Barranquilla foi selado e depois passou pela Armênia e Manizales, antes de 29 de julho, a equipe nacional deu o título a um povo que se mostrou entusiasmado e apaixonado pelo o futebol e por sua seleção.

18 anos se passaram desde essa vitória, este ano, a Colômbia com uma geração de grandes estrelas que na última década alcançou importantes resultados para sua seleção, terá na CONMEBOL Copa América Brasil 2019 o cenário perfeito para repetir o que é até agora, o título mais importante da história do futebol colombiano.

Não perca essa saga que em sua próxima edição mostrará a história da seleção do Equador, que no Brasil buscará seu primeiro título na CONMEBOL Copa América.

Dados da CONMEBOL Copa América Colômbia 2001

  • O equatoriano Alex Aguinaga jogou sua sétima CONMEBOL Copa América alcançando a marca de 22 jogos disputados.
  • O México acabou com invencibilidade do Brasil após 20 jogos, venceram por 1 a 0. A seleção brasileira também teve 12 vitórias consecutivas.
  • O goleiro colombiano Óscar Córdoba teve 31 dias de sonho. Dias antes de erguer o troféu da Copa América, havia conquistado o título de campeão da CONMEBOL Libertadores pelo Boca Juniors.
  • Participaram 12 equipes para jogar 26 jogos. 60 gols foram marcados.
  • A CONMEBOL Copa América Colômbia 2001 teve como sedes as cidades de Barranquilla, Cali, Medellín, Manizales, Armênia, Pereira e Bogotá.
Entradas
Equipos
Ciudades
Calendario